Imprimir

Canetas ou seringas - o que é melhor para aplicar insulina?

Publicado em Insulina

 

canetas-ou-seringa-insulinaPois é, certamente as canetas sairão vencedoras!! Elas são mais modernas, bonitas, mais precisas e, além disto, a pessoa com diabetes não tem que carregar consigo frasco de insulina, bolsinha térmica, agulhas e seringas. Na verdade, na Europa e em muitos países do Oriente, as canetas  reinam soberanas e quase mais ninguém usa insulina em frascos de 10 ml ou seringa de insulina.

Particularmente, eu prefiro as canetas, porque são mais fáceis de carregar, há menor risco de erro na dose de insulina e elas são mais discretas, ideais para jovens que não querem se expor e para profissionais que passam o dia fora de casa. Por outro lado, se a pessoa está usando as insulinas NPH e a regular (insulina R), ao mesmo tempo, a seringa permite misturar os dois tipos de insulina e aplicá-los de uma só vez, diminuindo, assim, o número de picadas. Com as canetas, isso não é possível, pois, para cada tipo de insulina você precisará de uma aplicação.

Caso escolha seringas de insulina, tente usar aquelas de boa qualidade, que venham com  agulhas siliconizadas, que permitem aplicações com menor desconforto, e com tamanho de agulha adequado para você. Se for pessoa maior ou mais gorda, utilize agulhas maiores, sendo que, para crianças, adultos bem magros ou pessoas musculosas devem preferir  agulhas mais curtas.

Se estiver usando até 30 unidades por vez, opte por seringas de 30 unidades, para até 50 unidades por vez, use seringas de 50, finalmente, as pessoas que usam  mais de 50 unidades de insulina por vez terão que utilizar seringas de 100 unidades.

As seringas de 30 e 50 unidades comercializadas no Brasil são mais caras, porém sua  qualidade também é superior. Elas são divididas de uma em uma unidade, sendo que, nas de 100 unidades, cada risquinho na escala  equivale a duas unidades.

Existem canetas recarregáveis e descartáveis, todas elas com frascos de insulina de 300 unidades. As canetas descartáveis devem ficar na parte de baixo da geladeira, em frente ao compartimento de verduras, enquanto não forem usadas pela primeira vez. Assim que começar a usá-las, elas devem ser mantidas fora da geladeira, num local fresco, se possível em pasta ou bolsa que não exposta ao sol.

Algumas canetas descartáveis, como é o caso da caneta da Lantus, têm ajustes de dose que vão de 2 em 2 unidades, porém, na maioria delas a escala é de uma em uma unidade.

As novas canetas recarregáveis da Aventis, para uso com insulina Lantus e Apidra, são para 21 e 42 unidades. As canetas de 21 unidades apresentam escala de uma em uma unidade, sendo, portanto, melhores para crianças pequenas, que usam doses baixas. As de 42 unidades têm escala que vai de 2 em 2 unidades.

Embora as canetas de insulina estejam ganhando a guerra contra as seringas, estas últimas, quando de boa qualidade e usadas uma só vez, ainda têm seu espaço e podem ser utilizadas, desde que se retire o ar existente nelas, antes da aplicação, e também se preste atenção na dose aplicada.

Canetas descartáveis, agulhas, seringas e algodão sujo de sangue devem ser descartados em recipientes especiais apropriados!! Caso isto não seja possível, use garrafas de plástico transparente, fechando-as muito bem, para que não sejam abertas por crianças em lixões, nem manuseadas indevidamente por adultos, expondo todos a riscos. Não se esqueça de colocar nessas garrafas um aviso com os dizeres -"Atenção!! Material contaminado!!!".

lixo
 
 

Veja também o filme sobre auto-aplicação no site,  clique aqui