Lançada no Brasil a Vacina contra o Herpes Zoster , causado pelo vírus da Catapora, e que leva a um quadro de lesões de pele com dor de forte intensidade.

 

Lançada no Brasil a Vacina contra o Herpes Zoster , causado pelo vírus da Catapora, e que leva a um quadro de lesões de pele com dor de forte intensidade.

O Herpes Zoster é uma doença causada pelo mesmo vírus da Catapora. Em algum momento da vida, se tivemos a Catapora, a doença desaparece mas o vírus continua em nosso organismo, podendo no futuro gerar o Zoster. Popularmente conhecida como “Cobreiro”, é responsável por milhares de hospitalizações no Brasil e no mundo a cada ano.

O Herpes Zoster causa o aparecimento de pequenas vesículas na pele em um único lado do corpo ou do rosto. O principal sintoma é a dor, que chega a ser intensa. Mesmo após o tratamento adequado, aproximadamente 15 a 20% dos pacientes podem manter a dor. Essa condição é chamada de neurite ou neuralgia pós-herpética, e traz grande desconforto ao paciente, sendo de difícil tratamento.

Já existe disponível no Brasil a vacina contra o Herpes Zoster, que pode prevenir a ocorrência da doença.

Muito bem tolerada, está indicada em pacientes a partir dos 50 anos de idade. Os Pacientes portadores de diabetes apresentam maior risco de desenvolver a doença, sendo também indicada nessa população. As contra-indicações são mais relacionadas a pessoas que apresentem doenças ou utilizem medicamentos que reduzam a imunidade.

É importante lembrar que as pessoas que já tiveram catapora na infância não estão imunes ao Herpes Zoster, e que a vacina contra catapora não previne contra o aparecimento do Herpes.


Por Dr. Alessandro Capatti - Endocrinologista (CRM 105.174)

O diabetes mellitus é uma doença em que há alterações na produção ou efeito da insulina. A insulina é um hormônio, ou seja, um mensageiro celular que intermedeia a passagem da glicose, obtida dos alimentos, da corrente sanguínea para as células, onde será

Estudos recentes realizados pela ORAMED Pharmaceuticals obtiveram sucesso em uma nova estratégia de administração de insulina com uso de cápsulas.

Estudos recentes realizados pela ORAMED Pharmaceuticals obtiveram sucesso em uma nova estratégia de administração de insulina com uso de cápsulas. Em pesquisas anteriores esta via se mostrou

Bomba de insulina capaz de suspender a administração do hormônio deixa os pesquisadores cada vez mais perto do desenvolvimento do pâncreas artificial.

A nova bomba de insulina lançada pela empresa Medtronic, a MiniMed 640G, apresenta agora um novo sistema capaz de interromper automaticamente a administração do hormônio quando prevê quedas acentuadas da glicemia, evitando assim, hipoglicemias.

Página 1 de 11

Fale Conosco

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida

Av. José Bonifácio, 1901 - Jardim das Paineiras - Campinas - SP,13092-305,Brasil

(19)3295-0392 e 3295-2088

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O que você procura?

Insulina Humana

A insulina humana (NPH e Regular) utilizada no tratamento de diabetes atualmente é desenvolvida em laboratório, a partir da tecnologia de DNA recombinante. A insulina chamada de ‘regular’ é idêntica à humana na sua estrutura. Já a NPH é associada a duas substâncias (protamina e o zinco) que promovem um efeito mais prolongado.

Análogo de Insulina

Um análogo de insulina é uma forma alterada de insulina, diferente de qualquer que ocorrem na natureza, mas ainda está disponível para o corpo humano para executar a mesma acção de insulina humana em termos de controle glicêmico.

Canetas Descartáveis

As canetas descartáveis, já vem carregadas com insulina e ao terminar seu uso são dispensadas e pega-se uma nova caneta, dispensa portanto a troca de refis, tornando o uso ainda mais simples.

Canetas Reutilizáveis

As canetas podem ser reutilizáveis, e que se compra o refil de 3 mL de insulina para se carregar na caneta. Neste caso é importante observar que as canetas são específicas para cada fabricante de refil.