Meu filho tem diabetes, e agora?

Primeiramente é necessário manter a calma.

O diabetes é uma doença séria e precisa de muitos cuidados, pois pode levar a conseqüências fatais se mal controlada. Crianças bem controladas, com o tratamento adequado, podem chegar aos 50 anos de idade sem nenhuma complicação. Por isso é fundamental a orientação adequada dos pais que serão os que mais influenciarão na saúde do filho criança e, posteriormente, na saúde do filho adulto.

Muitos casais se sentem revoltados, amaldiçoados ou até culpados pela doença do filho. Esses sentimentos, além de serem irracionais, pois os pais nada podem fazer para evitar a doença, acabam piorando o tratamento, porque tendem a ter atitudes mais permissivas. Evitam aplicar insulina e liberam alimentos inadequados acreditando que estão fazendo seus filhos sofrerem menos, mas não imaginam a armadilha em que estão caindo. Todos os familiares precisam se adaptar a condição do diabético e a rotina familiar precisa ser bem estabelecida para evitar flutuações de horários que podem ser prejudiciais.

Leia mais

Evitando complicações crônicas

Complicações crônicas (de visão, rins, coração e vasos sanguíneos, etc.) podem ser extremamente graves e ameaçar a vida. Segundo estudos recentes, o controle

Mudança nos horários da escola

Mudança importante de horários pode piorar o controle do diabetes da pessoa que toma insulina. Converse com seu médico para determinar os novos

Medo de insulina

Em virtude do erro de interpretação, que culpa o uso da insulina pelas complicações do diabetes as quais, na realidade, ocorrem por mau controle

Diabetes adequadas

No próximo dia 12 de outubro, mais um Dia das Crianças chega alegrando milhões de crianças pelo

Meu filho vai ficar cego?