Lançadas novas agulhas de 4mm para aplicação de insulina

novas-agulhas-4mmLançada durante o Congresso Americano de Diabetes, com o nome de BD ultra-fine Nano, por um dos lideres mundiais de seringas e agulhas - a Becton & Dickinson (BD) -  a agulha de 4 mm para canetas de insulina veio para mudar o paradigma de que para diferentes pacientes deveriamos usar agulhas de diferentes comprimentos.

Até poucos dias atrás o que recomendávamos, para aplicar insulina, era usar diversos tamanhos de agulhas de insulina de acordo com o peso dos pacientes: As menores para crianças pequenas ou com pouco tecido celular subcutâneo - de 5 mm  de comprimento (a menor existente até então) enquanto que pessoas obesas deveriam usar agulhas de 10 mm ou mais longas. O que, pensando bem, parecia estranho, já que a espessura da pele não varia com o aumento de peso.

A justificativa para esta mudança é que a pele tem no Máximo 3,2 mm de espessura, então podemos usar para TODOS - gordos ou magros, a agulha de 4 mm de comprimento.

Foi provado que em pessoas usando ate 40 unidades de insulina por aplicação, não existe nenhuma diferença de efeito da insulina se estivermos usando agulhas de 4 ou 12,7 mm.

Mesmo para aqueles que usam seringas de insulina, após estes novos dados, é possível diminuir o tamanho das agulhas em uso e aplicar sem fazer prega de pele.

Menos dor e maior facilidade para o uso. Embora a agulha ainda não esteja disponível no Brasil, já podemos fazer algumas coisas com as agulhas de 5 mm, por exemplo aplicar sem prega de pele no deltóide e nas nádegas, embora em crianças menores ainda devamos esperar pelas agulhas de 4 mm ou fazer uma prega de pele.

Por Dr Walter Minicucci - endocrinologista

Fale Conosco

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida

Av. José Bonifácio, 1901 - Jardim das Paineiras - Campinas - SP,13092-305,Brasil

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O que você procura?

Insulina Humana

A insulina humana (NPH e Regular) utilizada no tratamento de diabetes atualmente é desenvolvida em laboratório, a partir da tecnologia de DNA recombinante. A insulina chamada de ‘regular’ é idêntica à humana na sua estrutura. Já a NPH é associada a duas substâncias (protamina e o zinco) que promovem um efeito mais prolongado.

Análogo de Insulina

Um análogo de insulina é uma forma alterada de insulina, diferente de qualquer que ocorrem na natureza, mas ainda está disponível para o corpo humano para executar a mesma acção de insulina humana em termos de controle glicêmico.

Canetas Descartáveis

As canetas descartáveis, já vem carregadas com insulina e ao terminar seu uso são dispensadas e pega-se uma nova caneta, dispensa portanto a troca de refis, tornando o uso ainda mais simples.

Canetas Reutilizáveis

As canetas podem ser reutilizáveis, e que se compra o refil de 3 mL de insulina para se carregar na caneta. Neste caso é importante observar que as canetas são específicas para cada fabricante de refil.