A evolução tecnológica vem proporcionando maior flexibilidade, conforto e comodidade para as pessoas que utilizam insulina no de tratamento do diabetes. Hoje, encontramos seringas descartáveis, com diferentes capacidades e escalas, agulhas mais finas, siliconizadas e de diversos tamanhos. Com esta diversidade de produtos torna-se fundamental conhecer e saber escolher a seringa e a agulha corretas para uma auto-aplicação segura e confortável. E como fazer isto?

Nos últimos meses, foi divulgado um alerta a respeito do risco de desenvolvimento de Câncer em pessoas em uso de insulina Lantus gerando muita preocupação entre os médicos que tratam diabetes, seus pacientes e familiares.

Um grande número de pacientes utiliza dois tipos de insulina, ao mesmo tempo, por exemplo: Insulina NPH + Insulina Rápida ou NPH + Humalog, etc.

Neste caso, aplicar numa só picada, com as duas insulinas misturadas na mesma seringa. Nas misturas de insulina, seguir sempre a mesma ordem, iniciando-se a aspiração de insulina transparente (R ou Humalog, NovoRapid) e a seguir a turva (NPH).

Em viagens, a insulina que está em uso não precisa de refrigeração. As insulinas que não estão sendo usadas devem ser carregadas em bolsas térmicas, com gelo reciclável. Evite o contato direto do gelo reciclável congelado com as insulinas.

Além de despertar o interesse de diversos pacientes, os profissionais de saúde que lidam com o tratamento do diabetes procuram se manter informados com o novo método de infusão. Durante o Acampamento da ADJ-Unifesp, realizado este ano, um dos acampantes, Rafael Morandi, fez algumas demonstrações para a equipe multidisciplinar e para outros participantes. O adolescente, de 15 anos, utiliza o sistema de infusão H-Tron plus, da Roche.

Página 3 de 4

Fale Conosco

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida

Av. José Bonifácio, 1901 - Jardim das Paineiras - Campinas - SP,13092-305,Brasil

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O que você procura?

Insulina Humana

A insulina humana (NPH e Regular) utilizada no tratamento de diabetes atualmente é desenvolvida em laboratório, a partir da tecnologia de DNA recombinante. A insulina chamada de ‘regular’ é idêntica à humana na sua estrutura. Já a NPH é associada a duas substâncias (protamina e o zinco) que promovem um efeito mais prolongado.

Análogo de Insulina

Um análogo de insulina é uma forma alterada de insulina, diferente de qualquer que ocorrem na natureza, mas ainda está disponível para o corpo humano para executar a mesma acção de insulina humana em termos de controle glicêmico.

Canetas Descartáveis

As canetas descartáveis, já vem carregadas com insulina e ao terminar seu uso são dispensadas e pega-se uma nova caneta, dispensa portanto a troca de refis, tornando o uso ainda mais simples.

Canetas Reutilizáveis

As canetas podem ser reutilizáveis, e que se compra o refil de 3 mL de insulina para se carregar na caneta. Neste caso é importante observar que as canetas são específicas para cada fabricante de refil.